Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Você precisa conhecer 5 técnicas infalíveis de desfralde

Bianca

O desenvolvimento de uma criança passa por várias etapas importantes que devem ser auxiliadas pelos papais, e o desfralde é uma delas.

Não dá para negar que o processo é um desafio para pais e filhos. Paciência é sempre uma virtude, especialmente nesse momento. E o ideal é que ele seja vivido a partir dos 2 anos de idade, para que aos 3 a criança esteja livre das fraldas. No entanto, é sempre bom lembrar que cada criança tem o seu tempo e não existe uma regra em relação a idade.

Confira agora 5 valiosas dicas para ajudar você a progredir junto ao seu filho. Continue a leitura e prepare-se!

1. Inicie o processo durante o dia

O processo para o desfralde noturno e diurno acontecem de maneiras diferentes. Como a criança está acordada e ativa durante o dia, e tudo costuma acontecer mais rápido do que a noite. O período de sono exige paciência dos papais e preparo neurológico do filho.

O fato do pequeno já frequentar a escola também colabora neste momento. Geralmente, as crianças vão juntas, em momentos predeterminados e alguns colegas do grupo já podem ter largado a fralda. Essa rotina influencia o desfralde.

Por esses motivos, mesmo que seja natural apresentar alguns escapes, é recomendado que o processo inicie durante o dia.

2. Apresente o banheiro

O ideal é que toda a família esteja envolvida no processo e que o diálogo seja constante nessa fase. A criança precisa saber que cresceu, que a fralda é um recurso para crianças menores e que existe um local apropriado para que pessoas da idade dela deixem seu xixi e o seu cocô.

Frisar o seu amadurecimento e crescimento colabora para que o pequeno entenda a função e a importância do uso do banheiro. Nesse momento, expor que um irmão, tio ou primo mais velho também já usam a privada pode colaborar para que ela também faça uso.

O momento pode ser transformado em algo mais leve e divertido. Veja alguns recursos que podem ser utilizados:

  • levar a criança para escolher seu próprio penico;
  • trocar as fraldas por cuecas e calcinhas dos personagens favoritos;
  • colar adesivos no vaso sanitário, pias ou paredes;
  • parabenizar a criança por despejar seus dejetos no vaso e despedir-se deles;
  • levar o brinquedo favorito ao banheiro para acompanhá-lo na jornada.

O redutor de assento também é uma opção. Deixar que o filho participe da rotina dos pais ao fazerem as necessidades de porta aberta ou os acompanhando em banheiros públicos, auxilia que a criança decida se prefere o penico ou o redutor.

No caso de escolher o penico, é interessante usar o banheiro ao mesmo tempo. Já na escolha do redutor, providencie um apoio para que os pés do pequeno não fiquem suspensos.

3. Estimule a vontade de ir ao banheiro

É importante incentivar a vontade de fazer xixi no processo do desfralde. Deixe a criança nua da cintura pra baixo, ofereça alimentos compostos por bastante água e estimule o consumo líquidos para aumentar a vontade de fazer xixi.

Quando perceber que o pequeno começa a se concentrar ou fazer uma forcinha, leve-o imediatamente ao banheiro e comemore cada xixi e cocô feitos no lugar certo.

No caso de acidente, é importante ser firme. Sem gritar ou constranger a criança, o responsável deve aproveitar a oportunidade para reafirmar o local correto para fazer as necessidades.

O processo deve durar todo o dia, e também à noite. Na hora de dormir, não pergunte se a criança quer usar o banheiro. Crie o hábito de levá-la antes de se deitar, até que a ação parta dele naturalmente.

4. Deixe a criança sozinha no banheiro

O ato de levar a criança ao banheiro pode ser dividido por quatro semanas, até que ela comece a ir sozinha:

  • 1ª semana: leve seu filho no banheiro a cada duas horas para xixi e nos horários que ele costuma fazer cocô, fazendo companhia a ele;
  • 2ª semana: continue repetindo o processo, mas deixe a criança sozinha no banheiro e peça que chame quando acabar;
  • 3ª semana: não leve a criança ao banheiro, mas pergunte se ela quer ir;
  • 4ª semana: não pergunte nem ofereça, observe se ela começa a ir por conta própria.

Vale lembrar de que a duração de 4 semanas não é uma regra. Tenha paciência no caso de o seu filho precisar de uns dias a mais para começar a ir ao banheiro sozinho.

5. Esteja atento aos sinais

Se você ainda está em dúvidas para iniciar o desfralde, fique atento aos sinais. Geralmente, quando estão aptas, as crianças avisam imediatamente quando a fralda está suja, tiram o acessório ou se recusam a colocar.

Também vale observar as questões de equilíbrio. Quando a criança já fica de pé ou sentada por um tempo e consegue falar o suficiente para avisar quando acabou de fazer suas necessidades, os papais já podem começar o processo.

Prontinho! Com essas dicas sobre o desfralde, você também está pronto para ajudar o seu filho nessa missão. Afinal, não é só a criança que deve estar preparada, mas os pais e responsáveis também! Portanto, lembre-se: muita calma, paciência e carinho nessa fase!

Esse post trouxe informações úteis para você? Então compartilhe nas redes sociais e dê a oportunidade de outras pessoas terem acesso ao seu conteúdo!

Esse conteúdo foi útil?
4.24 avg. rating (84% score) - 168 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *